Dos dias que correm

Há dias que se arrastam para semanas e semanas que se arrastam para meses. Há momentos em que as chávenas de café já não têm conta mas nem toda a cafeína do mundo poderia dar conta do recado. Há alturas em que o trabalho acumula, aparece do nada e quando se é feliz a fazer o que se gosta, o tempo passa e nem se dá por isso. Há momentos, dias e alturas assim e depois passam-se 18 dias sem uma única publicação no blog, sem quase publicar em redes sociais e sem fazer mais nada se não trabalhar e viver no tempo que me sobra de cada dia.

The Bird


The Bird Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato
Quinta-feira, final do mês e fim-de-semana à porta. Estão assim reunidos os factores para vos trazer uma publicação a pensar nos dias quentes e folgados em que nos apetece sair de casa e ir experimentar locais novos. Neste caso venho falar-vos do The Bird, um espaço relativamente novo, na zona da Foz, espaço esse que visitei à cerca de duas semanas e que fiquei a adorar sendo que conto em lá voltar quantas vezes conseguir em dias de sol.

Douro


Antes que o mês acabe, entre dias quentes e correrias de trabalho, trago-vos um último OOTD ainda daquele fim-de-semana inesquecível e que deu para tantas fotos maravilhosas para partilhar convosco. Um conjunto que foi perfeito para uma festa de fim de tarde e um jantar, em tons monocromáticos como eu tenho vindo a usar cada vez mais e com peças simples mas que juntas fazem a diferença e tornam tudo ainda mais elegante.

Mateus Rosé Sailing Experience


A Mateus Rose Sailing Cup é uma das mais importantes regatas a nível nacional que se realiza pelo terceiro ano consecutivo sobre este nome e que leva velejadores em regatas entre Cascais e o Norte de Espanha numa competição intensa e que no passado fim-de-semana teve lugar no Douro com a etapa que passou pela cidade do Porto.

Ó meu rico São João


Hoje é a noite mais longa do ano para a cidade do Porto. É noite de São João, do cheiro dos manjericos, sardinhas e pimentos. É noite de quadras, alho porro e marteladas. Sapatilhas nos pés, sorriso no lábios e fazer kilómetros pela Ribeira fora, sem esquecer as Fontainhas, a Foz ou a Boavista.

Para mim esta é das tradições que sempre fez parte e sempre fará enquanto lá poder ir e enquanto viver, porque não é a festa de um santo, é a festa de uma cidade, de um povo, de coisas que só se vivem nesta noite e que trazem até nós tanta gente que se vê maravilhada por tudo o que cá se faz e cá se vive.

Agora é hora de sair de casa e desejar-vos um bom São João, caso o celebrem como eu, e se me virem pelo Porto não tenham medo de dizer algo, afinal nesta noite tudo vale e ninguém leva nada a mal.

Instagram

© The Paper and Ink. Design by Fearne.