SLIDER

JOANA CARDOSO


PORTO,PT
27 anos, plus-size blogger e fotógrafa

Flow



Se há coisa que não falta na cidade do Porto são locais novos a abrir quase diariamente, grande parte dos quais locais para comer. Mesmo assim o Flow, que já abriu há algum tempo era um dos locais que mais interesse que despertava e o qual queria visitar à muito e foi a convite da AORP que tive a oportunidade de almoçar por lá no dia em que visitamos a PortoJóia.

Posso dizer desde já que o restaurante era tudo o que esperava e possivelmente ainda mais. Não houve nada que desapontasse, do serviço à comida, especialmente a comida, mas passemos então a falar sobre isso.






O espaço é enorme, isto porque quem o vê de fora não imagina o que esconde dentro de portas. O restaurante tem uma zona interior de refeições, uma zona de bar e uma zona de refeição exterior.

A decoração da zona interior, e de quase todo o restaurante é giríssima. Uma espécie de industrial chic com um toque de colonialismo. Há aspectos super modernos que ligam muito bem com o carácter mais antigo do edifício que foi reestruturado e remodelado para acolher o Flow.




A zona exterior é um estilo de jardim de Inverno com cobertura amovível que nos parece transportar para uma viagem longe de Portugal. Super agradável em dias de sol, mesmo que com a cobertura fechada.

O staff é de uma simpatia extrema, super acessíveis e que rapidamente explicam qualquer dúvida que haja, dão recomendações e não têm medo de sugerir este ou aquele prato com um sorriso estampado. Fazem-nos de facto sentir muito bem e muitíssimo bem-vindos ao local desde a chegada à partida.





A entrada foi especial, com um toque de ouro, uma vez que fomos a convite da AORP e todo o dia e almoço inclusive foram pensados em volta da joalharia, sendo que o ouro é um dos metais mais preciosos e conhecidos. Um ovo escalfado, com cogumelos, croutons e um molho que não vos sei identificar. Estava delicioso e revelou-se um prato aconchegaste. Foi a única coisa que todos comeram igual e não uma escolha pessoal como o restante almoço.

Para o prato principal escolhi, como quase todos, o risotto de camarão e espinafres que fazia parte do menu do dia e posso dizer que foi uma óptima escolha. Foi provavelmente o melhor risotto que já comi, trazia imenso camarão e o travo a parmesão em todo o prato elevavam o risotto a um patamar divinal.

Já para sobremesa, e antes do necessário café, optei pelo cheesecake de maracujá, muito leve e fresco que ajudou a desenjoar da refeição que apesar de não ser grande acabou de facto por "encher" bastante o estômago.



O Flow, na zona de Cedofeita (perto da Praça Carlos Alberto) é assim um dos locais que recomendo vivamente. Apesar de ser considerado um restaurante de refeições de luxo, o menu de almoço ronda os 14€ (com entrada, bebida, prato e café) ou 17€ (se adicionarem a sobremesa), de um menu fixo de 2 entradas, 4 pratos e 2 sobremesas (que muda diariamente).

4 comments

  1. Não conhecia, mas o espaço parece ser super agradável :)

    http://glamourandsparkletrends.blogspot.pt/

    ReplyDelete
  2. Quero ir aí um dia destes, já sabes :)

    ReplyDelete
  3. Adorei o post!
    Já tinha ouvido falar do Flow, inclusive já passei por lá algumas vezes, mas nunca tinha experimentado por dois motivos: Não sabia se era bom e porque me parecia bastante caro.
    Fico feliz por saber que os preços são bastante acessíveis e por o espaço ser tão lindo!
    (Tenho a sensação de que vou morrer de amores por esse cheesecake)

    ReplyDelete
  4. Agora que encontrei o teu blog, não quero outra coisa. <3

    ReplyDelete

© The Paper and Ink