SLIDER

JOANA CARDOSO


PORTO,PT
27 anos, plus-size blogger e fotógrafa

Travel Guides

Monstros Fantásticos e Onde Encontrá-los



Começo esta publicação com o aviso de que eu, Joana, sou uma geek desde tenra idade e se algum dos meus seguidores ainda desconhecia esse facto, fica então aqui advertido para o perigo que é terem-me a falar sobre coisas que adoro.

Agora que já sabem que não só sou considerada geek mas que também sou uma grande Potterhead, passemos a falar do filme e também do livro, caso não o conheçam.


Fantastic Beasts and Where to Find Them (ou Monstros Fantástico e Onde Encontrá-los em Portugal), foi um dos primeiros livros de "apoio" lançados durante a saga do Harry Potter que vinham de algum modo complementar a leitura. Basicamente o livro é um dicionário de monstros que se encontram no universo mágico do Harry Potter, uma compilação de monstros e descrições dos mesmos. O nome Newt Scamander é um nome de um autor que na verdade passa a ser um pseudónimo (se assim lhe podemos chamar) da escritora J.K. Rowling que foi quem de facto escreveu o livro.

O Monstros Fantástico e Onde Encontrá-los foi, na altura em que foi escrito e publicado (2001), foi cedido em termos de direitos de autor à fundação Comic Relief  de modo a angariar fundos. Juntamente com este foi também lançado o Quidditch Through the Ages (Quidditch Através dos Tempos, por cá) e que também foi cedido em termos de direitos à mesma instituição.

Basicamente é um livro bem pequenino, não mais de 50 páginas e que é algo que no imaginário de Harry Potter existiria de facto como um livro didáctico, ou seja um guia de estudo e apoio aos alunos de Hogwarts, e de todas as outras escolas de Magia espalhas pelo mundo (Castelobruxo, Ilvermory, Beaxbatons, Durmstrang, etc).

Eu ainda era novinha quando comprei este livro, acho que andava na altura a ler o Prisioneiro de Azkaban, e devorei os dois rapidamente, não fossem eles tão pequeninos. O engraçado do Monstros Fantástico e Onde Encontrá-los é que todo o livro tem pequenas anotações e piadas, como se o mesmo pertence-se de facto ao Harry Potter e tivesse sido partilhado por vezes pelo Ron e pela Hermione.

Eu odeio escrever em livros, odeio que os outros o façam, ou fazer algo que profane as páginas de uma obra, mas naquela altura, com os meus 13 anos talvez, dei por mim com uma caneta preta a complementar as piadas e coisas que se diziam no livro em forma de nota. Apesar de me recriminar por isso, também acho a ideia de ter um pedacinho de mim e da minha juventude ali, daquela forma tão simples, absolutamente deliciosa.


Em Setembro de 2013 foi anunciado que a Warner Bros. estaria a preparar o lançamento do Monstros Fantástico e Onde Encontrá-los para o cinema, e que a Rowling iria ter a sua estreia como guionista ao lado de David Yates que dirigiu quatro dos filmes da saga.

Na altura fiquei extremamente apreensiva porque não entendi como seria possível transpor uma obra que é basicamente um dicionário de magizoologia (zoologia do mundo mágico) para uma adaptação cinematográfica. Com o passar dos meses ficamos todos a perceber que a história seria em torno da vida, ou parte da vida, de Newt Scamander, o "autor" da obra. Ou seja, o filme (que recentemente ficamos a saber que passariam a ser 5 filmes no total)  iria ser uma história nunca antes contada em livro, ou em qualquer outra forma, mas vinda mesmo assim da mente genial da J.K. Rowling.

O filme estreou no dia 17 de Novembro em Portugal e eu fui vê-lo nesse mesmo dia, tal era a ânsia de o fazer. Para além de ser imensamente fã das obras e da mente da J.K. Rowling, também adoro o actor que interpreta o papel de Newt, o maravilhoso Eddie Redmayne que é um autêntico camaleão e que tenho seguido atentamente desde a sua participação na mais recente adaptação de "Os Miseráveis".

Posso afirmar e dizer com todas as certezas que volto ao cinema de bom grado para rever o filme. Excedeu as minhas expectativas e é um filme maravilhoso do princípio ao fim e que acredito que agrade a um público muito mais abrangente do que os filmes do Harry Potter o conseguiram fazer.

O Monstros Fantástico e Onde Encontrá-los é um filme que eu não acredito ser o mais apropriado para crianças (menores de 14 anos) porque há uma série de piada que eles não entenderiam, e toda a história, apesar de leve e com óptima fluidez, é algo que precisa de uma certa maturidade para ser entendida do nível das emoções e acções de certas personagens (existem alguns temas fortes).

Em termos cinematográfico considero o filme muito bom, os efeitos especiais foram muito bem conseguidos e temos aquela escuridão típica dos filmes do Potter e do David Yates.


Quanto à história em si, e sem querer desvendar demais (e porque já falei imenso), a mesma acontece nos anos 20 em Nova Iorque, aquando do terror causado por Geller Grindelwald (antes de Voldemort, o Grindelwald tinha sido um dos feiticeiros mais poderosos e perigosos do século XX).

A chegada de Newt Scamander a Nova Iorque, com um propósito que nada tem a ver com a história que se desenrola mas que vimos a descobrir ser importante no final deste filme, acaba por colidir com uma série de ocorrências sinistras que ameaçam expor os feiticeiros dos EUA chefiados, por assim dizer, pela MACUSA (Magical Congress of the United States of America).

É a partir daí que a história se desenrola e que passamos a conhecer uma mundo de feitiçaria com vocábulos bem diferentes daqueles utilizados no Reino Unido, por exemplo os conhecidos Muggles nos EUA são conhecidos como No-Maj (Non-Magical). Estas são algumas das coisas mais interessantes da história e que podem descobrir se forem ver o filme, porque acreditem que vale realmente a pena!


3 comments

  1. Estou muito curiosa com o filme. Tenho o livro mas confesso que nunca me entusiasmou muito, usei-o enquanto lia os livros para procurar os monstros que iam aparecendo :)

    ReplyDelete
  2. foi tao bom o filme! tal como tu, tive que ir logo ver na estreia, e mal comecou a musica emocionei me. é um pedaço da minha infancia de volta.. e acho que foi mesmo bem feito e adaptado do livrinho.
    agora fico curiosa em relaçao aos proximos, embora tenho uma teoria de que a irma do dumbledore era um obscurus.. n quero falar mto aqui pra nao ser spoiler a quem viu.. :P

    https://rrriotdontdiet.blogspot.pt/

    ReplyDelete
  3. Já estava ansiosa para ver este filme, mas o teu post (tão nostálgico) aguçou ainda mais a minha curiosidade! <3

    ReplyDelete

© The Paper and Ink • Theme by Maira G.