SLIDER

JOANA CARDOSO


PORTO,PT
27 anos, plus-size blogger e fotógrafa

N E W S L E T T E R

Adeus 2016


Se no ano passado a minha felicidade se resumia perfeitamente numa imagem, este ano acredito que o ano de 2016 merece uma revisão em imagens, imagens daqueles momentos marcantes, que recordo com carinho, que me fizeram crescer, ser feliz e acreditar cada vez mais. 

2016 foi, em termos pessoais, um ano muito bom, em muitos sentidos, as grandes perdas foram encaradas com serenidade e de um modo que nunca pensei conseguir fazer. Foi com essa mesma serenidade que enfrentei obstáculos e desafios, e com a qual recebi de braços abertos tanta coisa boa que este ano me trouxe.

Vamos lá então ver o ano em imagens, afinal vocês estiveram desse lado a acompanhar tudo e o resto...bem, o resto está na minha anti-bucket list.



O ano começou em casa, em família, com algumas atribulações que eu tinha medo que ditassem o rumo do ano, mas tal não aconteceu. Como se costuma dizer: tudo está bem quando acaba bem. Tirando isso Janeiro foi um mês para pôr em prática algumas resoluções, como opções mais saudáveis mesmo que tenham sido em pequenas alterações. Para além disso foi a altura perfeita para planear as muitas coisas que o ano me esperava.



Para além disso foi ainda tempo de receber prendas, vindas do outro lado do oceano. Foi época de saldos, com compras moderadas mas que se tornaram em compras perfeitas e que usei o ano todo. Foram saídas com pessoas que há muita queria conhecer pessoalmente e passeios pela minha adorada cidade.



Fevereiro foi um mês curtinho, não apenas por ser o mês mais pequeno do ano, mas passou rápido. Os anos da mãe no Dia dos Namorados, os pequenos-almoços saudáveis, muita leitura e mais passeios e tempo pelo Porto, coisa que nunca me cansa.



Já Março foi um mês bemmmm cheio. Foram amizades que se cimentaram graças ao Dia da Mulher, foram eventos, atrás de eventos, atrás de eventos maravilhosos e finalmente a chegada da Primavera.



Foi ainda o mês de mais uma edição de Portugal Fashion, sempre em boa companhia e sempre com coisas novas a acontecer. E claro, a Páscoa, altura de muitos doces, excessos e momentos em família.



Abril é sempre o meu mês e também o mais recheado cá por casa. São os anos do mano, os anos do Angus, os meus anos e agora também os anos da namorada do mano. Foram eventos muito giros, a Expocosmética e uma tonelada de bolos feitos por mim.



Foi, como eu disse, os meus anos, o dia com a família e depois uma tarde com amigos, amigos bons, amigos maravilhosos e prendas surpreendentes quando eu não pedi basicamente nada. Abril foi o tempo de descobrir novos sítios, ver novas colecções, conhecer marcas bem portuguesas e ainda foi o tempo para piqueniques. Foi ainda o mês em que arrancaram os casamentos, e que maravilha que foi!



Maio foi um mês bem rosa, a Primavera chegou em plena força. Foram aniversários, jantares, almoços, eventos femininos, com docinhos e com pessoas maravilhosas. Um mês que precedia a loucura que foi o meu Verão.



Junho...oh,Junho! Que mês cheio, cheio de coisas boas, momentos únicos, experiências fabulosas. Foi mês de São João mas foi também o mês da Regata da Mateus. Foi o mês de rumar a Lisboa para mais um casamento, mas quando se trabalha com amigos torna-se tudo mais divertido e a boa disposição reinou naquele fim-de-semana.



Julho foi o mês de voltar ao Sá da Bandeira, foi o tempo dos passeios longos pelo Porto debaixo do sol e de voltar a pôr os pés na areia e tomar banhos no mar frio do Norte, mas que mesmo assim eu adoro.



Agosto foi o mês das férias em família. Como o tempo era pouco e só mesmo em cima da data conseguimos todos arranjar uma semana para estar juntos, acabamos por ficar "cá por dentro" e que maravilha que isso foi. Voltar a Óbidos e a Sintra, finalmente conhecer a Regaleira, ir a Peniche, São Martinho do Porto e conhecer a pacata mas lindíssima Foz do Arelho.



Setembro foi mês de voltar a casa e à rotina. Almoços com amigas, lanches com amigas, passeios pela cidade e actividades de adultos...ou seja, com bebidas à mistura mas sempre com moderação (tanto quanta possível). A partir de Setembro a vida começou a correr rápido e os meses começaram a fundir-se uns nos outros, mas não me posso queixar.



Outubro trouxe convites maravilhosos para conhecer o que por cá se faz de melhor. Foi também o mês de ver grandes amigos concretizar projectos e estar lá para os apoiar como quis fazer em casa passo até agora.



A par de Junho este foi um mês "de loucos", mas no bom sentido. Mais tempo houvesse e mais coisas teria conseguido fazer, mais convites poderia ter aceite. Foram inúmeros casamentos, foi o Portugal Fashion, foram dias seguidos de eventos, lugares novos e um corre-corre que me deixou exausta mas feliz.



Novembro chegou e nem assim eu parei. Foi o começo de mais um NaNoWriMo, e finalmente um vitória depois de dois anos sem conseguir acabar. Foram sessões especiais e que para mim foram um estreia. Inaugurações de lojas que há tanto tempo queríamos e foi a geek em mim a dar em louca com aquele certo filme que lançaram!



Mas Novembro não acabou ali. Trouxe dias maravilhosos, com pessoas que o blog trouxe para a minha vida e a quem tenho o privilégio de chamar amigas. Foi o mês do Baby Shower da nossa Matilde, a menina das titis que está quase a chegar. Foi ainda o convite da Arcopedico e os dois dias por Vila do Conde antes da loucura de Dezembro.



Finalmente o último mês do ano, e se o Advento levou imenso tempo a preparar, o resto do tempo que me sobrou em Dezembro foi igualmente muito preenchido entre lanches com amigos, saídas com a mãe, compras de Natal e todo um organizar para o novo ano que finalmente chegou.

xxxxxxx

2016 foi um ano em grande, em termos pessoais, porque sabemos bem que publicamente houve muita coisa má, desde mortes (como o Alan Rickman e a Carrie Fisher, que me afectaram imenso), até eleições de certos presidentes, até aos cenários de guerra e catástrofes que vimos por esse mundo fora.

Agora só peço que 2017 seja tão bom quanto o ano que findou, e que venham ainda mais objectivos para concretizar e coisas para fazer porque para a frente é que é o caminho!

Feliz 2017

xxxxxxx


A primeira imagem deste post foi escolhida "a dedo" porque demonstra o quão maravilhoso foi este ano. Se em tempos pensei que nunca a deixaria ver a luz do dia, hoje aceito-a e adoro-a, afinal sou eu, realmente eu, feliz, contente, a rir. Sou eu, de coxa grossa, gordinha e gira, afinal temos de gostar de nós mesmos e aprendo a cada dia que passa a gostar ainda mais de mim.




2 comments

  1. Awwww! A minha fotinha ali! <3 que bom ter-te aqui ao lado, Jo, e estar aqui para ser fangirl das tuas aventuras! <3

    ReplyDelete

© The Paper and Ink • Theme by Maira G.