SLIDER

JOANA CARDOSO


PORTO,PT
27 anos, plus-size blogger e fotógrafa

Foz do Arelho



Hoje relembramos as férias do Verão passado porque há locais que ficam na memória e que queremos acabar por partilhar. A Foz do Arelho é um desses lugares, um vila com pouco mais de 1300 habitantes, banhada pelo Oceano Atlântico e na orla da Lagoa de Óbidos. É dos sítios calmos, de localização privilegiada e que fica a poucos quilómetros de outros locais mais conhecidos mas que em si mesma é calma e pacata.

Circundada pelas Caldas da Rainha e Óbidos (a este), São Martinho do Porto (a norte) e Peniche (a sul), é uma vila perfeita para a época de Verão, mesmo com o seu micro-clima que em pleno Agosto conseguia dar-nos dias de muito nevoeiro. É daqueles locais que foge à rota dos turistas estrangeiros - barulhentos como tudo, se é para sermos sinceros - mas que mesmo assim consegue trazer até si algumas pessoas de outros países, especialmente do Reino Unido, que procuram um destino de praia mas sem as confusões de locais como o Algarve ou a Costa Alentejana.

Há pouco a fazer por aqui, é certo, não existem grande superfícies mas os pequenos mercados e lojas locais têm tudo aquilo que é necessário. A Rua Francisco Almeida Grandela e a Avenida do Mar são os dois centros da cidade. A primeira tem todas as lojas, talhos, mercados e restaurantes que entretêm a vila. Já a Avenida é a marginal que se estende da Lagoa até ao mar e na qual encontramos diversos bares de praia e que ao fim-de-semana se vê sempre com uma enorme enchente de pessoas que vêm para desfrutar da Lagoa.


Uma vez mais alugamos uma casa familiar através do Airbnb e de facto é a forma mais simples de encontrarem um espaço por lá. A vila em si tem pouca oferta hoteleira, porém como existem imensas casas compradas por turistas, os mesmo alugam estes espaços nas épocas do ano em que lá não estão. A nossa casa, de dois andares, ficava num complexo de moradias, com vista sobre a Lagoa e ainda com piscina, campo de ténis e parque infantil.

A melhor parte? A janela de sótão no quarto no qual fiquei com uma vista linda, especialmente à noite, e que de manhã enchia a divisão de luz.


Outro ponto que merece destaque na vila da Foz do Arelho é sem dúvida o passadiço, essa extensão de mais de 800 metros sobre as arribas virada ao mar, com vistas deslumbrantes e que fazem querer andar com calma, apreciar a natureza e tirar tantas fotos quanto possíveis.  


Para terminar em beleza, deixo a sugestão do nosso local favorito na vila, um local ao qual voltamos quase todas as noites durante a semana em que por lá estivemos, o Tibino. O Tibino é um bar/casa de petiscos com tudo de bom, dos cocktails, aos doces, passando pela decoração. Podia ser mais um daqueles bares catitas aqui no Porto, com um misto de objectos que remete ao vintage, ao passado e à casa dos avós, mas que fica na Foz do Arelho e que tem um atendimento fantástico, uns Long Island Iced Tea soberbos e no qual só nos faltou provar os petiscos -  o que não deu porque o local está sempre cheio no horário das refeições (e nós não fizemos reserva a tempo).

Para jantar recomendo ainda o Távola (ou também conhecido como Távola de Pedra). Fica ao lado do Tibino, na Rua Francisco Almeida Grandela e tem pratos bem típicos portugueses, especialmente tudo o que seja peixe e marisco fresco.


A Foz do Arelho vai provavelmente começar a ser um destino de Verão mais concorrido mas por agora aproveita-se a calma da localização junto ao mar e o desejo de lá voltar.

3 comments

  1. Achei este post tão encantador! Ao ver as fotografias e ler o texto parecia que falavas de um sítio mágico, muito longe de Portugal. Fico tão feliz que Portugal tenha sítios assim tão bonitos para explorarmos!
    Adorei as fotos, tens imenso jeito! :)
    Beijinhos grandes.

    https://bloomblogue.blogspot.pt

    ReplyDelete
  2. Não conheço o espaço, mas parece-me um sítio amoroso!

    THE PINK ELEPHANT SHOE

    ReplyDelete
  3. Quando referi espaço estava a falar do Tibino, porque a Foz é linda :p

    ReplyDelete

© The Paper and Ink