SLIDER

JOANA CARDOSO


PORTO,PT
27 anos, plus-size blogger e fotógrafa

Itália #6



No terceiro dia já em terras italianas, chegamos finalmente a Milão. Esta tinha sido a nossa primeira escolha de destino e a única que tinha sido planeada até pensarmos aproveitar melhor o tempo e dar um saltinho a Veneza. Neste primeiro dia chegamos por volta da hora de almoço, ainda demoramos um pouco porque tivemos de deixar o carro alugado em Linate e seguir até Milão num dos carros da Car2Go.








Depois de chegarmos ainda esperamos pela pessoa que nos alugou a casa, descansamos um pouco e comemos algo antes de partirmos à descoberta quase já a meio da tarde. Decidimos não fazer muito naquele dia, mesmo assim acabamos por andar bem mais do que esperávamos. Milão é uma cidade que se faz extremamente bem a pé uma vez que é, na sua maioria, bastante plana, o que ajuda a não nos cansarmos tão facilmente.

O nosso apartamento ficava no coração da Chinatown, uma zona super segura e imensamente movimentada, a poucos metros da entrada norte do Parco Sempione, na zona da Arena Civica. O parque em si é enorme e tem de facto imenso para ver. O Arco della Pace fica numa das saídas na zona Norte, a Triennale di Milano - que eu não vi - fica numa outra saída mais a Oeste e finalmente o Castello Sforzesco na saída mais a Sul. O parque tem sempre imenso movimento, com pessoas a fazer desporto, pessoas a relaxar ou as zonas delimitadas, enormes, com redes onde os cães podem andar livremente.


















Seguimos pelo Parque Sempione fora, do Arco da Paz até aos Castelo Sforzesco e aqui fomos surpreendidos com entradas grátis no museu, algo que acontece todas as Terças. Acabamos por fazer uma visita rápida apenas a uma parte do museu no qual não podemos ver La Sala delle Asse, pintada por Leonardo da Vinci, uma vez que estava fechada para manutenção e recuperação do espaço.

Uma vez que queríamos continuar a visitar a cidade, decidimos sair do museu e da zona do Castelo, e assim continuamos pelo Largo Cairoli até chegarmos à zona comercial da Via Dante, última paragem antes de uma das mais famosas zonas de Milão.

A Via Dante é quase como os Campos Elísios de Milão, repleta de lojas de um lado e outro da rua, se bem que aqui imperam as lojas mais comuns de grandes cadeias internacionais, Via essa essa que acaba Piazza Cordusio antes de bifurcar pela Via dei Mercanti ou Via Orefici, ambas indo dar aos dois lados opostos da Piazza del Duomo.








Aqui chegamos sem dúvida ao local mais emblemático de Milão, todo ele com locais ao seu redor que tornam esta cidade numa das mais apetecíveis em Itália. A Catedral de Milão ao cimo da Piazza, a Galeria Vittorio Emanuele à esquerda e o Palácio Real - actual museu - à direita.

A praça costuma estar sempre bem cheia de gente, como todos os locais ali em redor, portanto tirar uma foto bonita sozinhos em frente da Catedral é mesmo para esquecer a não ser que estejam lá com o raiar do sol, o que não foi de todo o nosso caso. Seguimos depois das ver as vistas no geral para a Galeria Vittorio Emanuele II e aqui uma pessoa perde a cabeça com a quantidade de marcas de luxo, isto é se forem pessoas assim dadas à desgraça como eu. Consigo conter-me e não me desgraçar, mas passar por lá todos os dias foi mesmo uma grande prova à minha capacidade de restrição e contenção. Prova essa superada!












Seguindo Galeria fora chegamos ao outro lado que é como quem diz à Pizza della Scala. Aqui temos o Monumento a Leonardo da Vinci, bem no centro da praça, mas temos acima de tudo o famoso Teatro Alla Scala. Num estilo neoclássico o teatro por fora não é nada de nos deixar de boca aberta, segundo consta o seu interior é que sim, vale realmente a pena ver, infelizmente desta vez não tivemos oportunidade, mas eventualmente lá voltaremos.

Continuemos cidade fora, com o sol a começar a pôr-se e acabamos por visitar a entrada da Pinacoteca di Brera. A área central do museu é giríssima e não se paga para entrar aqui. Infelizmente não visitei o museu, já que nesta viagem também me tive de conter nisso também, ou íamos perder imenso tempo a visitar tudo aquilo que só eu queria. Claro que ficou a vontade de voltar e lá ir, algo que hoje em dia com as viagens baratas e frequentes não é mesmo nada que não dê para fazer a curto prazo.







Acabamos o dia por aqui, indo para casa de novo para descansar, ir comprar algumas mercearias - e ir espreitar supermercados, algo que adoro - e preparar-nos para o dia bem cheio que teríamos no dia seguinte. 



Todas as fotos que tirei por Milão e que não vão entrar nas publicações, podem ser vistas neste álbum.

4 comments

  1. Magnífico!
    Fotos cheias de história

    Muitos beijinhos
    MUAH*
    Blog | Youtube | Facebook

    ReplyDelete
  2. Fiquei apaixonada pelas fotografias e pela arquitectura da cidade! Vou a Roma no próximo ano, mas Milão também está na minha lista :).
    Beijinhos!

    Seguii :)
    Bruna do,
    B.lliccious *

    ReplyDelete
  3. Que fotografias tão fantásticas. Adorava visitar Milão.
    Blog - Maria Rita

    ReplyDelete
  4. adorei as fotos. quero muito conhecer Itália (:

    http://arrblogs.blogspot.pt/

    ReplyDelete

© The Paper and Ink