SLIDER

JOANA CARDOSO


PORTO,PT
26 anos, plus-size blogger e fotógrafa

N E W S L E T T E R

Guia Barcelona

IMAGEM TEMPORARIAMENTE INDISPONÍVEL


O QUE LEVAR
Fui a Barcelona no Verão, e apesar de a cidade ser bastante quente, com temperaturas que rondam em média os 30cº no início de Setembro (data em que viajei) consegui ainda apanhar dois dias de chuva, chuva realmente torrencial com um ar abafado, quase tropical, o que não foi algo particularmente agradável mas que assim me faz dizer que se deverão prevenir e levar algo como um impermeável se pretenderem visitar a cidade mesmo debaixo de chuva. Para viajar, e sabendo que gosto de me sentir confortável durante longos dias a caminhar recomendo calças de ganga, t-shirts, tops frescos, tudo o que vos faça sentir frescos mas confortáveis e especialmente calçado com o qual sabem que podem contar para andar (e andar mesmo muito).
Devem ainda usar todos os dias um bom protector solar se forem nesta altura, para proteger a pele de escaldões desnecessários, e ainda podem usar um chapéu, já que nem todas as áreas são protegidas do sol e podem muito bem acabar a andar uns bons kms ao sol durante as horas de maior calor.

DOCUMENTOS, ESTADIAS E OUTROS
Não fiquei hospedada em Barcelona, nem viajei de avião, deste modo não vos poderei dar outra informação a não ser, façam as vossas reservas atempadamente, já que apesar de existirem vários locais para a vossa estadia podem correr o risco de não conseguir reservas. Documentos oficiais, esses levem todos, cartões de estudante inclusive se o tiverem, apesar de em Barcelona serem poucos os sítios quem oferecem descontos a estudantes como acontece em muitos outros países europeus.

Os museus e sítios a visitar em Barcelona com entrada paga são para além de muito caros, têm ainda filas enormes de espera, muita vezes debaixo de um sol abrasador (acreditem que desistimos de visitar alguns pontos turísticos por causa destes dois principais factores, sabendo que ficaria um balúrdio em cada local para uma família de quatro pessoas), assim sendo aproveitem para comprar alguns bilhetes online ou fazer reservas dos mesmo, sabendo que por este meio conseguem (por vezes) alguns descontos e ainda têm a mais valia de não precisar de esperar nas filas para a compra de bilhetes. Mais info aqui.

IMAGEM TEMPORARIAMENTE INDISPONÍVEL

TRANSPORTES EM BARCELONA
TMB ou Transports Metropolitans de Barcelona são o melhor meio de chegar a qualquer local, principalmente se utilizarem o metro. Este tem diversas linhas que vos levarão a qualquer ponto da cidade rapidamente, com horários muito bons e transportes sempre a passar. Pessoalmente aconselho que comprem o bilhete T10 (que custa cerca de 9,20€) e dá para 10 viagens, para múltiplas pessoas (uma vez que funciona através do método de "picar" e ficam assim registadas várias viagens no mesmo cartão). Segundo sei uma vez "picado" terão 1h20 para poderem andar livremente no metro, em qualquer linha ou linhas que sejam. Este T10 dá ainda para andarem nos autocarros de Barcelona (não o Hop On and Off) o que é óptimo para vos levar, por exemplo, até ao Parque Güell que fica bem fora de mão.

LÍNGUA
Em Barcelona falam o Catalão, uma mistura entre o Espanhol e o Francês, com algumas palavras bem parecidos com as nossas Portuguesas. Muitos dizem que o Catalão é bem mais complicado de perceber porém eu não o senti assim, e se pedirem para falar um pouco mais devagar é fácil de entender. Outra coisa boa é que em Barcelona e toda a área da Catalunha, ao contrário de Madrid, as pessoas fazem um esforço para entender se lhes falarem calmamente em Português ou Espanhol, o que facilita bastante a vida a quem vem de fora e não sabe falar a língua. Pessoalmente achei os Catalães e Barce bem mais simpáticos e receptivos que os Madrilenos.


IMAGEM TEMPORARIAMENTE INDISPONÍVEL

LAS RAMBLAS
Estendendo-se desde a Plaça de Catalunya até à zona do Porto de Barcelona, as Ramblas são uma das principais zonas do centro de Barcelona, uma enorme rua que se estende por quase 1,5km, que facilmente se percorre a pé. Aqui podemos encontrar uma variedade de comércio local, pequenas lojas de souvenirs, diversas lojas da Mango,Zara,H&M entre outras. É um sítio especialmente movimentado, cheio de turistas e aonde podemos encontrar diversos pontos de interesse, como é o Mercado da Boqueria, o teatro de Liceu, entre vários outros locais. É também um sítio bom para encontrar um local par almoçar, descansar ou apenas fugir ao calor intenso que se faz sentir nas ruas durante o Verão.

IMAGEM TEMPORARIAMENTE INDISPONÍVEL


Mercado de La Boqueria (ou  Merca de Sant Josep de la Boqueria) é um dos sítios que mais queria conhecer e mais me encantou, de tal modo que o passamos a usar como local predilecto para almoçarmos durante as nossas visitas à cidade. Desde os sumos de fruta frescas às muitas variedades de pratos de todo o mundo (carne,peixe e vegetariano) aqui não falta nada, nem para comer por lá, petiscar ou mesmo levar para casa (se ficarem hospedados num apartamento como fiquei) já que existem talhos, peixarias, frutarias e muitos locais de interesse como pequenos stands aonde se vendem doces diversos, especiarias e diversos outros produtos mais difíceis de encontrar no dia-a-dia.
Os preços são bem amigáveis, por 5€ conseguem comer bem, incluindo um sumo de fruta e uma macedónia de frutas para sobremesa, isto é, se ainda tiverem barriga.


IMAGEM TEMPORARIAMENTE INDISPONÍVEL

Mesmo no fim das Ramblas, e ao pé do porto poderão encontrar uma enorme rotunda decorado pelo famoso Monumento a Colom (ou monumento a Colombo). Aqui poderão subir ao miradouro de Colon, a 60 metros do solo, conseguindo uma vista fantástica sobre toda a cidade de Barcelona, o porto e Montjuïc. Os bilhetes custam 4€ (por adulto), o que não é caro, mas podem ainda conseguir um desconto se o comprarem online aqui.


IMAGEM TEMPORARIAMENTE INDISPONÍVEL

Bem no fim das Ramblas encontrarão o Porto de Barcelona/Port Vell, um sítio realmente fantástico e bonito junto ao mar, aonde aportam os muitos cruzeiros que partem da cidade, e aonde podem para além de passear, visitar o Maregmagnum, aonde paramos para nos refrescar no Starbucks e aproveitamos para dar uma vista às montras. O porto tem imensa agitação e vida durante o dia e a noite, sempre com turistas, animação e locais para parar e relaxar durante um bocado.
Aqui poderão ainda desfrutar de uma viagem de barco, como por exemplo nas Golondrinas ou então viajar num veleiro ao pôr do sol.



IMAGEM TEMPORARIAMENTE INDISPONÍVEL

BARCELONETA
Barcelona tem cerca de 4km a 5km de praias vigiadas e conhecidas, aonde muitos turistas e residentes aproveitam os seus dias de Verão. A Barceloneta talvez seja das mais conhecidas e aquela que visitei.
Não se esqueçam que Barcelona é banhado pelo Mar Mediterrâneo, com as suas águas mais quentes do que aqueles a que estamos habituados por cá com o nosso Oceano Atlântico, porém tenham muito cuidado porque a praia é um local traiçoeiro, aonde me magoei, uma vez que logo à entrada da água existem várias faixas de rocha por onde podemos ser arrastados pela maré e aonde nos podemos magoar seriamente. Muitas não gostam das praias de Barcelona, eu apenas passei lá um dia e também não fiquei fã, porém é um sítio muito bom para se relaxar e passear.


IMAGEM TEMPORARIAMENTE INDISPONÍVEL

SAGRADA FAMÍLIA
Um dos pontos turísticos mais importantes de Barcelona, uma obra de Gaudí que para muitos é o expoente máximo do génio do arquitecto, uma obra ainda inacabada, desde há muito, que mistura em si vários estilos. Uma igreja que é visitada pela sua arquitectura e não, especialmente, pelo seu cariz de tempo católico. Para lá chegar saiam mesmo na estação de metro daSagrada Família, na linha azul (L5).
Os preços dos bilhetes são, infelizmente, pouco convidativos, e aliados a um sol abrasador e uma fila imensa, decidi não ir visitar o local, deixando-o para uma próxima visita.

IMAGEM TEMPORARIAMENTE INDISPONÍVEL

PASSEIG DE GRAZIA
No Passeig de Grazia, uma das mais importantes avenidas de Barcelona, encontramos não só um dos principais pontos de compras de marcas premium e de luxo, mas também diversos pontos turísticos, como é o caso da Casa Milá, mais conhecida como La Pedrera e a Casa Batló.

A Pedreira é apenas mais uma das muitas obras arquitectónicas de Gaudí espalhadas pela cidade, que causou controvérsia no seu tempo pelas formas ondulantes que pouco ou nada se encaixavam no estilo dos prédios adjacentes. Hoje em dia é um dos sítios mais famosos em Barcelona, um centro cultural pertencente à Fundació Catalunya aonde existem actividades tanto de dia como à noite.

Uma vez mais os preços são pouco convidativos e sem possibilidade de descontos como existe noutros locais para cidadãos europeus e/ou estudantes.

IMAGEM TEMPORARIAMENTE INDISPONÍVEL

Mais abaixo temos ainda a conhecida Casa Batlló, também conhecida como Casa dels Ossos pelos locais devido à sua arquitectura que lembra a forma de ossos e caveiras, igualmente construía por Gaudí e que hoje em dia é um museu e centro cultural que alberga exposições temporárias e eventos culturais.

Ao lado da Casa Batlló, enquadrada na Manzana de La Discordia, fica a Casa Amatller aonde se situa a Fundació Institut Amatller D'Art Hispanic.

IMAGEM TEMPORARIAMENTE INDISPONÍVEL


Em todo o resto da rua podemos correr as montras de casas tão famosas como a Jimmy Choo, Louis Vuitton, Burberry, Tiffany's, Miu Miu, Prada entre muitos outros. O tipo de locais que nos faz suspirar e querer ter uma fortuna imensa para virmos carregadas de compras.

IMAGEM TEMPORARIAMENTE INDISPONÍVEL

PARC GÜELL
Para chegar ao Parc Güell, que fica bem fora do centro de Barcelona, deverão (na minha opinião) apanhar o autocarro 24 que passa na Praça da Catalunha e sobre o Passeio da Grazia e que sai mesmo em frente ao parque, invés do metro que ainda fica a uma distância considerável (e sempre a subir).
O parque, enorme, é mais uma das atracções de Gaudí e aonde há provavelmente uma das maiores concentrações de turistas. Os diferentes pontos arquitectónicos e a fabulosa vista sobre quase toda a cidade, que se estende do parque até ao mar parece ser uma das razões principais para toda a gente vir visitar este local. Com imensos vendedores ambulantes e cheio de gente (quase impossível conseguir uma foto em pontos estratégicos) o Parc Güell é de entrada livre e um sítio fantástico para se passar uma tarde em família.

IMAGEM TEMPORARIAMENTE INDISPONÍVEL

BARRI GÓTIC
Barri Gotic/El Gotic ou Bairro Gótico é um dos locais mais antigos e "míticos" da cidade, aonde se localiza a Catedral de Barcelona (atenção ao que vestem, uma vez que não se pode entrar de ombros nem costas destapadas, nem com saias ou calções acima do joelho) e aonde as ruas estreitas e escuras se sucedem.
Existem imensos antiquários e locais aonde queremos parar e descobrir que coisas raras e belas são aquelas. Animação de rua, imensas lojas pequenas, restaurantes e descobertas a cada esquina sucedem-se a uma velocidade louca. Sei ainda que fazem umas "Ghost Tours" durante a noite, às quais adorava ter ido porque é algo que me fascina imenso. No local apanhei um casamento a ser fotografado e fiz-me de mitra, mas era tão giro!


IMAGEM TEMPORARIAMENTE INDISPONÍVEL

MNAC

Museu Nacional d'Art de Catalunya, fica num dos extremos da cidade, longe dos principais locais acima referidos, e que apesar de lá ter passado, não visitei, pelo menos desta vez. Tal como o nome indica o MNAC é um Museu Nacional de Arte, situado no Palácio Nacional do Parque de Montjuïc e que alberga em si mais de 250.000 obras, muitas delas provenientes da colecção Thyssen-Bornemisza.

Os preços são neste museu um pouco mais acessíveis que no resto da cidade, havendo até um bilhete de cariz anual e existem ainda desconto de 30% para estudantes grupos de adultos.

No comments

Post a Comment

© The Paper and Ink • Theme by Maira G.