To Chanel...



...or not to Chanel?

Pois bem, estou de momento com um enorme dilema em mãos. Como sabem a compra de uma nova base é já algo eminente e que tenho realmente de fazer em breve, e se até agora estava certa que ia parar à MAC acabou por acontecer que durante a espera de 3 semanas pelo meu tom, eu ganhei uma certa aposta com a minha mãe e agora tenho direito a uma base da Chanel (ou outra à minha escolha).

Claro que uma base Chanel é, pelo que muitos me dizem, uma óptima base, há de facto quem me aconselhe a Chanel em vez da MAC e quem jure a pés juntos que não trocava a sua por nada, mas de facto eu estou com um pé bem atrás em relação à compra da mesma, e não pelo preço mas sim por um enorme leque de factores.

Ontem numa ida à Sephora reparei-me com um expositor muito pobre de bases, tons claros nem vê-los, era tudo para gente morena ou pessoas escuras, e de facto assusta-me um pouco. Sejamos sinceros, a diversidade de bases da Chanel não é grande, de todas as únicas que se parecem ser as melhores para mim são apenas a Perfect Lumière ou a Mat Lumière, sabendo que tenho uma pele mista, com uma zona T oleosa e propensa a brilho enquanto que outras zonas são normais a secas, e muda conforme a estação do ano. Pior mesmo é o facto de quase não haver amostras das ditas cujas, ou seja trazer para casa e ver se me dou com ela parece uma tarefa difícil de realizar, enquanto que na MAC eles tiram as amostras directamente do que têm na loja, e pode já experimentar em casa. Ou seja, isto tudo tido em conta ainda com o facto de que acertar no meu tom com tanto problema parece quase impossível (e a Mat Lumière tem apenas 6 tons disponívies), sinto-me muito reticente em comprar uma base Chanel e fazer a minha mãe desembolsar quase 50€ por algo que pode vir a nem sequer servir para mim.

Acho que no fim ainda vou optar pela MAC Matchmaster, que custa apenas 37€ (comparados com os 48€ da Chanel) e que funciona lindamente na minha pele, não me deu alergias, tem a cor certa que se funde exactamente com o meu tom, e trás mais produto, segundo o que sei do que uma base da Chanel.

O dilema agora vai ser grande, por isso sugestões, experiências e afins são mais que bem vindas, por favor!






Joana, 28 anos e natural da cidade do Porto. 
Sou uma fotógrafa de profissão, louca por viagens e sempre com demasiadas opiniões para dar. 
Este é o meu blog no qual escrevo desde 2009 e ele já mudou tanto quanto eu mudei ao longo destes últimos, quase, 10 anos.

INSTAGRAM