Anti-Bucket List 2016


Não é uma coisa muito engraçada de se ver ou ouvir, quando alguém se acha a melhor coisa de sempre, quando basicamente acredita que é "a última coca-cola do deserto" (e eu nem gosto de coca-cola,mas isso não importa), mas a verdade é uma, por vezes temos de parar, pensar e reconhecer também os nossos feitos, aquilo em que somos bons, as coisas que realizamos e fizemos realmente bem! Esta ideia vem da ideia de ter uma "anti-bucket list", algo que li por aqui e que acabou por fazer imenso sentido, pelo menos para mim, uma blogger que é também uma trabalhadora independente, por contra própria e que não pode contar com outros para vir com uma palmadinha no ombro dizer que fizemos algo bem feito.

Assim sendo, pelas vezes que não estou de pijama numa onda de lontra relaxada a ver episódio atrás de episódio de Two Broke Girls, venho aqui gabar-me das coisas bem feitas que fiz este ano, porque também mereço, também preciso e é uma maneira ainda melhor de recordar este ano de 2016!

Tu que estás desse lado, desafio-te a fazer o mesmo. Em vez de pensar nas coisas que ainda não conseguiste fazer, vê o que já fizeste de tão bom até aqui e tira uns minutos que seja para te dar uma palmadinha no ombro de modo celebratório porque és uma pessoa espectacular que conseguiu fazer coisas maravilhosas!

 A MINHA ANTI-BUCKET LIST DE 2016

  • Consegui fazer os meus primeiros casamentos sozinha, completamente por minha conta e risco, com o meu nome e sem mais ninguém. Clientes maravilhosos que apostaram e confiaram em mim!
  • Não saí do país este ano e mesmo assim descobri sítios maravilhosos e não trocava as viagens deste ano por nada.
  • As parcerias aumentaram, o reconhecimento como blogger aumentou e tive até de recusar convites para eventos e parcerias porque me era impossível acarretar tudo.
  • Percebi que tenho amigos muito bons, muito especiais, mesmo que muito recentes e celebrei com eles de um modo tão relaxado e especial os meus 26 anos.
  • Consegui juntar dinheiro para mais material fotográfico...daquele que ronda os 4 dígitos.
  • Venci o desafio de 2016 do NaNoWriMo.
  • Os amigos começam a casar, a ter filhos, a concretizar grandes projectos pessoais e profissionais e eu fico feliz por ser essa parte da idade adulta que mais me deixa satisfeita, ver a felicidade e concretização pessoal dos outros.
  • Completei um Advento com publicações e imagens apenas minhas.
  • Não atingi o objectivo mas acabei por ler 13 livros este ano e já lá iam alguns anos desde que tinha lido mais do que 10 livros (e bem grandinhos, diga-se de passagem).
  • Não completei o objectivo de vídeos no YouTube mas agora em Dezembro comecei a apostar mais fortemente nesse campo.
  • Aceitei-me como eu sou: gorda, gira, com alopecia, com umas unhas fenomenais, encantadora q.b.
  • Aceitei e admiti que nem sempre as coisas correm como queremos e que por vezes temos mesmo de parar.
  • Não tive medo de ser sincera mesmo que isso me tenha custado algumas parcerias. Afinal acredito que não devemos mentir nem manter falsas aparências a troco de produtos ou afins.
  • Abracei as amizades que o blog me tem trazido, sem medo, de coração aberto.
  • Decidi ser feliz.

ALGUMAS FOTOS A ACOMPANHAR








Joana, 28 anos e natural da cidade do Porto. 
Sou uma fotógrafa de profissão, louca por viagens e sempre com demasiadas opiniões para dar. 
Este é o meu blog no qual escrevo desde 2009 e ele já mudou tanto quanto eu mudei ao longo destes últimos, quase, 10 anos.

INSTAGRAM