Os 8 chegaram!



São 8 anos. Oito anos de blog, mais de 2050 de publicações e muitas horas despendidas em algo que afinal até durou este tempo todo. Hoje comemoro com orgulho o 8º aniversário do The Paper and Ink e mesmo que tenha tido muitos altos e baixos nestes 8 anos a verdade é que não trocava isto por nada, nem mudava um único segundo tudo o que fiz até hoje.




Parece que foi ontem que no auge dos meus 19 anos decidi ali mesmo no meio de Outubro começar um blog. Uma miúda entre a secundária e o ensino superior com uma mala cheia de sonhos, um monte de ideias e uma mente que não parava quieta e queria saber sempre mais, fazer mais e ver mais. Já seguia blogs à anos, eu mesma tinha tido um blog durante anos no velhinho LiveJournal, acabei por ter um blog de escrita mesmo no Blogger e lá apareceu o The Paper and Ink depois de dois anos a seguir blogs de moda e culinária - estes dois em quantidade abusiva, mas sempre deitei o olho em tudo o que apanhava - e lá me decidi naquele Outubro que ia também ser blogger, sem saber muito bem o que isso era ou implicava.

Comecei o blog em inglês, o primeiro post foi curto, sem imagens e eu mesma disse que não sabia quanto tempo este "projecto" ia durar. Bem, cá estamos nós 8 anos volvidos e acho que tão cedo não abro mão deste meu espaço, mesmo que lhe queira mudar o nome, a cara e mais algumas coisas, mas a sua essência e quem eu sou como pessoa estará sempre presente e será sempre o que torna o The Paper and Ink naquilo que ele é.

Para quem se lembra, no ano passado comemorei em Junho como se fosse o 6º aniversário do blog, como se o mesmo tivesse nascido apenas em 2010. Acho que na altura tinha ainda vergonha da origem humilde e atabalhoada do TPI, algo sobre o qual até falei. A verdade é que bastou um ano para eu me tornar numa pessoa feliz e mais madura - talvez, apenas talvez - e perceber que não foi em Junho de 2010 mas sim a 15 de Outubro de 2009. Essa é a data verdadeira do nascimento do blog, da primeira publicação e orgulho-me disso porque foi esse o primeiro dia de 8 anos de histórias, momentos e oportunidade que este blog me trouxe.

Passar de uma miúda entre fases da vida com 19 anos para uma mulher, agora, com 27 é algo que consigo ver não só em mim mas também no blog. Não é toda a gente que tem de maneira tão detalhada e pública 8 anos da sua vida em memórias coleccionadas deste modo. Sei que em 8 anos de blog me tornei uma blogger melhor, ou aprendi mesmo o que é ser blogger, mas também me ajudou a ser uma pessoa mulher, a crescer e perceber coisas que sem este contacto diário com tanta informação e pessoas não teria sido possível. Ah, e as amizades, essas são provavelmente a coisa mais bonita de ter um blog.


Obviamente que esta coisa de ter a vida tão - em parte - exposta, ver tanta coisa acontecer dentro deste meio - muitas vezes injustamente - e ter tantas oportunidades e contactos, acaba por ser um "pau de dois bicos" como se costuma dizer, afinal ninguém dá sem esperar nada em troca e se este blog começou como um passatempo, assim continuou mas com mais seriedade, mais responsabilidade e tanta coisa que foi acontecendo ao longo dos anos. Por vezes apetece-me mandar tudo ao ar, apagar o blog, deixar de ser blogger, mas depois penso que faço isto porque gosto, não por trabalho, não por obrigação e lá continuo mais um tempo até chegar a próxima crise existencial enquanto blogger.

Não sei se em oito anos mudei a vida de alguém, sei que mudei a minha, mas se fiz o bem a alguém apenas por vir aqui debitar palavras e imagens então fico feliz, mesmo que não saiba da situação, porque afinal um dos grande objectivos que sempre tive e sempre terei é esse mesmo, fazer o bem com as capacidades que tenho, com a minha voz e com os meios que tenho disponíveis.

Hoje celebramos 8 anos de The Paper and Ink e espero que venham ainda muitos mais pela frente.






Joana, 28 anos e natural da cidade do Porto. 
Sou uma fotógrafa de profissão, louca por viagens e sempre com demasiadas opiniões para dar. 
Este é o meu blog no qual escrevo desde 2009 e ele já mudou tanto quanto eu mudei ao longo destes últimos, quase, 10 anos.

INSTAGRAM