SLIDER

Olá, eu sou a Joana - a cara por detrás do The Paper and Ink. Vinte e muitos anos, natural e residente da belíssima cidade do Porto, sou uma fotógrafa e blogger que em 2009 criou este espaço em busca de uma maneira de dar a conhecer ao mundo a minha voz, as minhas ideias e paixões. O TPI é um lifestyle blog, ou seja, é um pouco de tudo o que marca a minha vida, me apaixona e que acredito ser importante partilhar.


Zenith


Zenith Brunch & Cocktail Bar Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

O brunch é quando uma pessoa quiser, e se for a meio da semana como desculpa para reunir com amigas de quem já se sente falta, então a desculpa e o brunch sabem ainda melhor e fazem todo o sentido. Foi assim que fui finalmente conhecer um dos espaços que andava no topo da lista de sítios a visitar, o Zenith.

Em plena Praça Carlos Alberto, e num Porto que vê uma sucessão de aberturas a um ritmo alucinante, o Zenith marca por ser o local para brunches e cocktails, nada mais que isso. Brunch a qualquer hora e dia da semana, pedido à carta e não ao "pack", ou seja pedem o que querem ao invés de haver uma ementa de brunch completa pré-definida. Isto dá mais liberdade de escolha mas também faz com que uma pessoa queira provar tudo o que é humanamente impossível...se formos lá só uma vez.












Nesta altura do ano, a decoração que roça o confortável e o industrial, com a parede de tijolos, decoração em madeira, uma mesa corrida partilhada - para além das outras - e toda a pinta de lugar descontraído mas chique, pinta-se com cores de Natal, decoração alusiva e até música da época, não daquela que dá cabo dos ouvidos, mas coisas bem pensadas ao estilo jazz natalício, vocês sabem como é.

Não só de estilo e boa decoração é feito o Zenith, o atendimento é simpático, prestável e dão-vos o tempo necessário para escolher, tirar dúvidas ou o que quer que precisem, nada de pressões, sugestões descabidas ou coisas que Natal. Quem vai ao brunch quer descontrair e é isso mesmo que o local proporciona, boa comida e descontracção. 

A ementa é bem recheada, há ovos, tostas, saladas, smoothie bowls, açaís, panquecas, doces...tanta coisa que se rega com bebidas, cocktails ou sumos naturais. O difícil é mesmo escolher.










Eu pedi os Ovos Benedict, famosos ovos escalfados em pão, com molho hollandaise e neste caso com  abacate ao invés dos habituais espinafres. A dose é enorme e acho que duas pessoas se alimentavam bem daquele prato. Os ovos escalfados vieram no ponto, com aquela gema a rebentar, o pão é daquele mais ácido, ao estilo pão da aldeia e se viesse só um bocadinho torrado tinha sido ainda mais perfeito mas valeu a pena e repetia sem problemas.

Provei ainda dos ovos mexidos em pão, com cheddar e bacon que alguém pediu, porque somos amigas e provamos dos pratos umas das outras como deve de ser, gulosas e descomplicadas

Como depois queríamos algo doce para contrabalançar o primeiro prato salgado, cada uma das três pediu algo diferente e todas provamos uma das outras.

Eu pessoalmente fui directa à French Toast, que tanto me lembra as nossas rabanadas, afinal estamos no Natal. Duas fatias, bem aviadas, com creme, frutos vermelhos, lascas de amêndoa e açúcar em pó, uma bomba calórica que soube pela vida e a qual repetia numa outra ida ao Zenith sem problema algum.

Dos outros pratos provei panquecas, se de um lado foram panquecas de Nutella - com banana, coco ralado, morangos e gelado caseiro - do outro lado foram as panquecas de frutos vermelhos, também com gelado caseiro. Deliciosas, é o que tenho a dizer, mesmo assim prefiro a minha French Toast, se bem que quero experimentar coisas diferentes quando lá for.

Para acompanhar tudo um sumo de laranja para mim e ainda um sumo do dia que provei e gostei, apesar da mistura imensa de coisas: banana, ananás, hortelã, gengibre, etc.

É para voltar ao Zenith e repetir a façanha, porque agora sei que é bom, vale a pena, vale todo o "zumzum" em seu redor e tem uma ementa que eu vou ter de aprofundar.



No comments

Post a Comment

Cookies, Política de Privacidade e Segurança

© The Paper and Ink