SLIDER

Olá, eu sou a Joana - a cara por detrás do The Paper and Ink. Vinte e muitos anos, natural e residente da belíssima cidade do Porto, sou uma fotógrafa e blogger que em 2009 criou este espaço em busca de uma maneira de dar a conhecer ao mundo a minha voz, as minhas ideias e paixões. O TPI é um lifestyle blog, ou seja, é um pouco de tudo o que marca a minha vida, me apaixona e que acredito ser importante partilhar.


Pequenas mudanças



O post de hoje é rápido, e na verdade sai apenas para não ficar aqui o meio da semana sem nada, nem haver um hiato de três dias entre os posts de Segunda e Sexta. Hoje falamos rapidamente do Açúcar de Coco e de uma mudança alimentar fácil de implementar, um pequeno passo que traz imensos benefícios a nível de saúde a longo prazo.

Não há maneira de evitar açúcares, eles estão basicamente em tudo o que comemos, e não falo claro dos açúcares naturalmente presentes, mas tudo o resto que está nos alimentos até mais simples do dia-a-dia, como por exemplo o pão.

Se há coisas que dificilmente evitamos há outras em que o podemos fazer ou então recorrer a alternativas saudáveis sem comprometer o docinho que gostamos. Foi assim que experimentei o açúcar de coco, primeiro da Iswari, depois este da Gudgreen que a Vita33 me enviou. Comecei a substituir o açúcar branco refinado nos cafés, doces e afins por este coco, de tom escuro, mais parecido ao açúcar mascavado e com um ligeiro sabor a caramelo, que tem tanto de doce como de bom.

Claro que açúcar é açúcar e deve ser consumido em moderação, especialmente para quem tente tendência a abusar e quer cortar nos excessos, mas por ter um baixo índice glicêmico - ou seja o organismo processa-o de forma suave sem haver picos de glicose no sangue - torna-o um açúcar super vantajoso, já para não falar de ter de facto nutrientes como o magnésio, ferro, zinco e vitaminas do complexo B.

Para quem quer saber ainda mais é o açúcar mais sustentável que existe, não é refinado e neste caso é totalmente biológico. Basicamente o açúcar é conseguido a partir do néctar proveniente das flores do coqueiro, que depois de aquecido é triturado nos cristais que nos chega em forma de açúcar. 

1 comment

Cookies, Política de Privacidade e Segurança

© The Paper and Ink