SLIDER

Olá, eu sou a Joana - a cara por detrás do The Paper and Ink. Vinte e muitos anos, natural e residente da belíssima cidade do Porto, sou uma fotógrafa e blogger que em 2009 criou este espaço em busca de uma maneira de dar a conhecer ao mundo a minha voz, as minhas ideias e paixões. O TPI é um lifestyle blog, ou seja, é um pouco de tudo o que marca a minha vida, me apaixona e que acredito ser importante partilhar.


Lista de leitura




2017 foi o ano em que me senti de volta aos bons velhos tempos no que toca a hábitos de leitura, de tal modo que tomei como objectivo para este ano de 2018 a "loucura" de conseguir ler pelo menos 35 livros. A verdade é que não me tenho portado exemplarmente e ainda não cheguei a uma dezena de livros, se bem que ando lá perto.

Se o ano passado comecei a introduzir mais livros de não-ficção à lista e à minha vida, algo que se revelou bastante agradável, este ano entrei no mundo dos comics, ou para dizer isto em bom português, no mundo da banda desenhada.

Claro que em pequena li vários dos livros da Disney Comix e Hiper, com o Mickey, o Donald, o Tio Patinhas e até mesmo o Zézinho, o Luisínho e o Huguinho. Coma idade adulta os comics são diferentes e mesmo gostando desses velhos clássicos, atirei-me de cabeça no mundo do Batman, personagem que adoro desde miúda mas sobre a qual tinha lido ainda tão pouco.

Pois bem, fica aqui uma lista resumida de algumas tas leituras até agora e o que quero ler ainda este ano.



Já lido...

How to be a Woman de Caitlin Moran
O primeiro livro que li este ano foi não-ficção, falei sobre ele aqui, como o livro me despertou sensações e emoções tão contrárias, mas que mesmo assim continua a ser um livro que recomendaria a qualquer pessoa que me peça uma opinião, quer seja homem ou mulher. Não é um guia, não é auto-ajuda, é um livro contado na primeira pessoa sobre experiência própria e o que é ser mulher nos dias que correm.

Hollow City de Ransom Riggs
Depois de ter lido a Casa da Senhora Peregrine para Crianças Peculiares, tinha mesmo de continuar a saga e este é o segundo livro de um total de três. Deliciosamente negro, sem ser demais, é um young adult perfeito para quem gosta de história, temas mais sinistros mas uma boa dose de emoção à mistura. Estou neste momento a meio do terceiro livro e posso dizer que foi das sagas que mais prazer me deu ler até hoje.

The Dark Knight Returns de Frank Miller
Ingressei no mundo sério da banda desenhada, neste caso tinha mesmo de ser Batman. Como é algo difícil de marcar um início, uma vez que foram já vários os autores e universos paralelos sobre esta personagem, decidi começar logo com a colectânea do The Dark Knight Returns, um Batman mais velho, mais maduro, pós-Liga da Justiça. Uma banda desenhada bem escura, sinistra mas absolutamente deliciosa em termos visuais.

O Livro do Lykke de Meik Wiking
Do mesmo autor do Livro do Hygge, o Lykke (Lu-kah) é bem mais abrangente já que não se foca num sentimento tão Dinamarquês mas sim no ideal de felicidade, bem-estar e bondade. Adoro como a ideia de sermos feliz e bondosos torna de facto a nossa vida melhor, ser suportada por alguns estudos incluindo vários da OCDE. Portugal aparece também no livro e dou apenas uma dica...temos os melhores avós do mundo!



Para ler...

The Handmaid's Tale de Margaret Atwood
Acho que é mais conhecido nos últimos anos que as cestas de vime este ano nas lojas. A ficção de uma sociedade futura e distópica já deu até origem a uma série televisiva de enorme êxito. A verdade é que ando a procrastinar ver a série só porque quero mesmo muito ler o livro antes.

The Women in the Walls de Amy Lukavics
Sou uma vendida no que toca a terror, portanto este livro pareceu-me pela descrição algo perfeito para eu ler. Não sei quando vai acontecer, mas parece-me promissor, especialmente quando se envolvem uma mansão victoriana e sotãos.

#Girlboss de Sophia Amoruso
Descrições para quê? Acho que todos conhecem, já ouviram falar ou até leram. Dizem que a mulher de hoje em dia, especialmente quem quer ser dona do seu destino e com negócio próprio tem de ler este livro e sentir aquela sensação de empoderamento.

Astrophysics for People in a Hurry de Neil deGrasse Tyson
Honestamente é mais acabar de ler. Devo estar a 20% na leitura deste livro que comecei à mais de um ano. É um livro mais pesado, mais sério mas ao mesmo tempo com piada subtis e leves que intercalam bem com a partes mais técnicas e possivelmente "maçadoras". Gosto bastante do Neil e adoro astrofísica - nem parece sendo eu uma gaja de artes - portanto achei que devia mesmo ler este livro e mesmo sendo uma leitura demorada tem sido uma leitura muito boa.

2 comments

  1. O mundo dos livros é, sem dúvida alguma, das minhas maiores paixões!
    Curiosamente também tenho o The Handmaid's Tale na minha lista (espero gostar!!) e estou a fazer o mesmo que tu: primeiro quero ler o livro e só depois ver a série xD

    Beijinhos!
    MESSY GAZING

    ReplyDelete
  2. Já ouvi falar muito bem do livro #Girlboss e por acaso gostava de ler :)
    Beijinhos
    https://the-devoted-girl.blogspot.pt/

    ReplyDelete

Cookies, Política de Privacidade e Segurança

© The Paper and Ink