SLIDER

Olá, eu sou a Joana - a cara por detrás do The Paper and Ink. Vinte e muitos anos, natural e residente da belíssima cidade do Porto, sou uma fotógrafa e blogger que em 2009 criou este espaço em busca de uma maneira de dar a conhecer ao mundo a minha voz, as minhas ideias e paixões. O TPI é um lifestyle blog, ou seja, é um pouco de tudo o que marca a minha vida, me apaixona e que acredito ser importante partilhar.


Luzzo Pizzaria

Pizzaria Luzzo - Boavista Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

Pizzas, cocktails e uma esplanada. Acho que este resumo parece uma história perfeita de Verão, coisa que até podia ser, isto se não tivesse sido na passada Terça à noite. Mesmo assim acho que vai ser para repetir, em noites de Verão e em todas as outras em que os amigos alinharem comigo para um serão bem passado em redor de uma mesa...tal como gostamos!












Fui conhecer a Pizzaria Luzzo, na Avenida da Boavista, a convite da Zomato - a Luzzo tem Zomato Gold, ou seja um prato de oferta na compra de outro - e a sua nova área de esplanada nas traseiras do edifício.

O lugar é giro como tudo, tanto dentro como fora e acho realmente que a esplanada traseira vai ser um sucesso com aquela luz bonita que se põe já tarde, ar livre e mesmo assim continuado a ser uma zona bastante abrigada. Entre madeiras e plantas, e uma luz perfeita para fotografar tal como vão ver, a nova área aumenta o espaço da Luzzo que está quase sempre cheia de clientes.

Uma vez mais, como fui a convite, não posso falar sobre o serviço especificamente uma vez que não fui em regime de "cliente normal", mas correu tudo bem e aparentou ser um serviço bem simpático, prestável e com delicadeza, sem nos fazer sentir que estamos fora de um local confortável. Senti isso durante toda a experiência, a Luzzo é um espaço acessível, simpático, apto para famílias com crianças - há uma zona para deixar as crianças enquanto os pais jantam - e uma pessoa acaba por se sentir como se estivesse familiarizado com o ambiente muito rapidamente.

Passado ao que importa. Provamos uma selecção basta de entradas, cocktails, pizzas e sobremesas. Vou mostrar fotos de tudo o que por lá comemos mas vou dar destaque aos pratos predilectos...e claro que foram as pizzas, são realmente deliciosas. De massa fina mas sem serem demasiado rígidas como em alguns locais, têm uma variedade de escolhas maravilhosa e que rompe com algumas pizzas mais tradicionais.

Entradas: Grissinis artesanais e focaccia com trio de azeite balsámico, pesto caseiro e compota de cebola e bacon (couvert), Crostini de Presunto, Crostini de Salmão, Peixinhos da Horta Italianos, Púcara de Cogumelos, Ramequim

Cocktails: APP; Pure Lovers e um novo que ainda não está na lista + Sangria

Pizzas: Luzzo, Slow, Colucci, Rústica, Siffredi, Comandante Costeau, Salmone

Saladas: Luzza, Convés

Sobremesas: Cheesecake, Ganache, Pannacota













A focaccia é maravilhosa, é diferente da receia habitual, lembra uma massa de bola, com travo forte a azeite mas sem ser em demasia. Ainda morno comesse sozinha, mas fica sempre bem com pesto que adoro. Os grissini também são óptimos mas a focaccia conquistou-me absolutamente.

Outra conquista foram os peixinhos da horta, estes diferentes, de espargos verdes envoltos em presunto e o polme habitual. A acompanhar com uma maionese de caril e lima que lhe dão o toque perfeito numa combinação pouco usual mas que funciona muito bem.

Finalmente, nas entradas, tenho de falar do Ramequim, uma mistura quente de queijo de cabra, mel e nozes que leva qualquer fanático de queijo ao céu. É pesado, levemente gorduroso mas a salada ajuda a "cortar" e só vos posso aconselhar se já gostam deste tipo de combinação-








Dos três, o predilecto foi sem dúvida o APP - segundo nas imagens - com vodka, maçã, limão e xarope de canela. A mim sabia-me a maçã assada, mas com o toque de vodka a ajudar com que não se tornasse demasiado enjoativo. É levezinho a beber mas nota-se o alcoól, algo que prefiro.

Os outros dois também eram bons, mas mais adocicados, o que para mim seria perfeito se não estivessem a acompanhar uma refeição. Os cocktails da Luzzo são leves, com elementos sempre frescos como o limão e a maçã, o que os torna bons companheiros de refeição.





As saladas são frescas, não constituem por si só uma refeição, pelo menos a meu ver. Acompanham bem as pizzas, especialmente as mais pesadas porque criam aquele contraposto de frescura necessária.








As pizzas...maravilhosas pizzas! Tenho de destacas três delas, sem dúvida alguma. A verdade é que não comi a Margarita, a tradicional mas pessoalmente das que mais adoro, mesmo assim as escolhas menos óbvias nos toppings tornam as pizzas da Luzzo realmente boas, dão-nos uma ânsia de lá voltar para comer de novo e eu sei que tal vai acontecer.

Portanto as três favoritas: Slow, Comandante Costeau e a Luzzo.

Sinceramente as duas últimas foram uma surpresa, já a primeira é uma cartada de génio. A Salmone é a aquela pizza "do mar", com salmão fumado regado com lima e tomate cherry, é uma pizza perfeita para o Verão, levezinha mas maravilhosa, nada mais a acrescentar.

A Luzzo surpreendeu-me porque se há coisa da qual não sou fã em pizzas é de ananás. Neste caso é ananás caramelizado, e eu peguei numa fatia com pouca fruta, mas é realmente boa. Os cogumelos salteados, com bacon crocante e aquele cantinho de ananás caramelizado fazem uma pizza, com nome da casa, um marco que eu absolutamente recomendo.

Finalmente a Slow, uma pizza bem...luxuosa. Com pato cozinhado a baixa temperatura, cogumelos salteados com óleo de trufa e agrião, é uma pizza bem composta mas que mesmo assim não é pesada. Adoro o agrião fresco no topo da pizza, o pato tem um sabor maravilhoso, e para mim - tirando a margarita - pizza tem de ter cogumelos.









Por fim, as sobremesas. Talvez a parte que mais me desiludiu, não que fossem más, mas não eram marcantes, nada de especial. O cheesecake foi o favorito, mas mesmo assim talvez não seja para todos já que o sabor a queijo é bastante forte.

A pannacota infelizmente vinha cozida demais, estava quase a passar do ponto de pudim, nada suave como deve ser, o sabor era bom mas a textura deixava muito a desejar.

Finalmente a ganache, basicamente uma tarte de biscoito com ganache de chocolate. A melhor parte era o gelado no topo, que tinha misturado uma espécie de Peta Zetas que explodiam na boca criando um ambiente de gargalhada e fez com que muitos de nós se lembrassem da infância.

A Luzzo fica mais do que recomendada, se querem fugir à confusão da baixa, se querem boas pizzas, óptimo ambiente e um local novo para conhecer. Aconselho a fazer reserva, já que na maioria do tempo está cheio, e usem o Zomato Gold - têm 25% com o código JOANAC - e aproveitem a oferta de um dos pratos porque vale realmente a pena.



No comments

Post a Comment

Cookies, Política de Privacidade e Segurança

© The Paper and Ink