Delicado e feminino


Cada vez mais gosto de comprar peças de qualidade, peças que sei que posso usar uma e outra vez sem que as mesmas percam a sua beleza ou qualidade. Esta premissa serve para todo e qualquer departamento da minha vida, mas a joalharia, por ser algo tão dedicado é uma daquelas áreas em que faz sentido investir e na qual, para mim, menos é definitivamente mais.

Gosto de anéis e colares, não uso brincos e pulseiras é raro, portanto se apenas dou importância a dois tipo de joalharia sei bem daquilo que gosto. Prefiro peças simples, mais finas, elegantes e que possam ser usadas com quase tudo. Prefiro tons de prata porque não gosto de me ver com dourados amarelos, mas também sou fã de bronzes e dourados rosas.

As peças em prata não são caras e hoje em dia há várias marcas com boas peças e que vou vendo e adicionado à lista de desejos. Apesar de a prata não ser cara, a qualidade paga-se e se há anéis em prata a menos de 10€ - falo de prata com contraste - mas há também para cima de 50€ e na verdade as diferenças fazem-se notar em muitos aspectos.


Nunca fui fã das pulseiras com pendentes da Pandora, mas os anéis sempre me chamaram à atenção. Andava sempre a espreitar a loja, o site mas nunca cedi ao impulso da compra. Foi assim que aqui há algumas semanas me ofereceram de presente aquele lindo anel em forma de laço, incrustado com pequenas zircónias - brilhantes - e uma pérola. Foi amor à primeira vista, já o tinha visto, adorava-o, portanto recebê-lo assim de surpresa deixou-me para lá de feliz.

Apesar de tudo, como é uma peça delicada, especialmente com a pérola, queria um anel mais simples para poder utilizar mais amiúde, especialmente quando trabalho e quando sou mais "bruta" com as minhas próprias mãos. Foi assim que veio o segundo anel, também uma prenda e que tenho usado quase sempre que saio de casa. É super confortável, leve, bonito e enche-me as medidas mesmo sendo tão simples. A parte engraçada é que há uma versão mais trabalhada e outra com brilhantes, e já estou a ponderar comprar um deles porque conjugam perfeitamente com o anel na sua versão mais simples.


Estou mesmo numa onda de ter menos mas ter melhor, algo que tenho vindo a sentir cada vez mais, com tudo, desde há quase dois anos. Assim sendo as duas novas adições à minha caixa de joalharia fizeram com que me livrasse de alguns anéis com menos qualidade que por aqui andavam e aos quais já nem dava uso porque se tinham tornado feios e escuros com o passar do tempo.

Anel Shining Wish e Anel Delicate Sentiments, ambos da Pandora







Joana, 28 anos e natural da cidade do Porto. 
Sou uma fotógrafa de profissão, louca por viagens e sempre com demasiadas opiniões para dar. 
Este é o meu blog no qual escrevo desde 2009 e ele já mudou tanto quanto eu mudei ao longo destes últimos, quase, 10 anos.

INSTAGRAM