SLIDER

Olá, eu sou a Joana - a cara por detrás do The Paper and Ink. Vinte e muitos anos, natural e residente da belíssima cidade do Porto, sou uma fotógrafa e blogger que em 2009 criou este espaço em busca de uma maneira de dar a conhecer ao mundo a minha voz, as minhas ideias e paixões. O TPI é um lifestyle blog, ou seja, é um pouco de tudo o que marca a minha vida, me apaixona e que acredito ser importante partilhar.


Volvemos a Madrid #1


Menos de um ano depois da última ida a Madrid, lá foi altura de regressar por alguns dias à capital do nosso país vizinho. Desta vez levei a Liliana comigo, ou fui eu com ela, e acho que me diverti imenso não só com a companhia mas também em revisitar locais nos quais já tinha passado. Madrid é sempre aquele destino perfeito para escapar dois ou três dias, com viagens baratas, alojamentos em conta e tanto para fazer numa cidade que nem é assim tão grande.

Viajamos pela Ryanair, a opção mais óbvia e em conta e aproveitamos para ir no primeiro voo da manhã. Sabia que podia deixar as bagagens no hotel e assim aproveitar a manhã antes da hora de check-in. Desta vez optei por um outro hotel do grupo Room 007. Se o ano passado fui convidada a ficar no novo hotel perto da Ópera, este ano o preço e saber com o que podia contar fez-me optar, juntamente com a Liliana, por ficarmos no Room 007 Ventura, a meio caminho entre o Museu do Prado e o Porta do Sol, a coisa de 150 metros do Congreso de los Diputados.

Na viagem toda não usamos uma única vez transportes, com excepção do autocarro Exprés Aeropuerto na viagem de e para o aeroporto. Madrid é uma cidade com um centro pequeno, mas rica em muita coisa para fazer, e acabamos por andar imenso sem nunca precisar de recorrer nem a metro nem ao Uber, coisa que chegamos a ter em mente.

Falhamos o Templo de Debod e a área de compras de Salamanca e Serrano. Mesmo assim vimos grande parte de Madrid e queremos voltar juntas para visitarmos os museus, coisa que pessoalmente já fiz, mas com o Prado como o meu museu favorito não me importo de lá voltar umas mil vezes se necessário.


Desta vez decidi relaxar e deixar a máquina guardada. Apenas a levei para uma sessão e algumas fotos de outfit. De resto foi tudo tirado com o telemóvel, neste caso um iPhone 6S e posso dizer que não fiquei em nada insatisfeita. Poupei no peso, no cansaço e aproveitei ainda mais. 

O nosso dia começou bem cedo, como já disse, depois de deixarmos as malas aproveitamos super bem o tempo. Conseguimos passear imenso antes das 10h, hora em que as lojas começam a abrir. Como tínhamos o hotel num sítio tão central caminhamos por lá fora. Passamos o Sol, seguimos até ao Palácio Real e visitamos os Jardins de Sabatini para começar mesmo bem o dia e a viagem.


Dalí ao Mercado de San Miguel é um "tirinho" e apesar de cedo já estava bem cheio. Como o Mistura é ali ao lado aproveitamos para tomar o pequeno-almoço, afinal tínhamos acordado a meio da noite para a viagem. Ali ao lado a Plaza Mayor, um passeio rápido com o sol a começar a aparecer, se bem que Madrid nos recebeu assim em tons de cinza.

Visitamos a zona do Sol, algumas lojas, acabamos por ir subindo até à Gran Vía e aí visitar tudo e mais alguma coisa. Fomos à mega Primark, aquele ponto de paragem que não dava para falhar, uma das algumas H&M concentradas naquela zona, a um dos El Corte Inglês para termos aquela vista linda sobre a Gran Vía e lá andamos por ali entre passeio e um almoço na Papizza antes de voltarmos ao hotel para o check-in.

Desfizemos as malas, descansamos um pouco. Eu não tinha dormido e mesmo que o tivesse feito já tínhamos caminhado imenso e estávamos acordadas desde as três ou quatro da manhã.


Quando voltamos à rua, já ao fim da tarde o céu estava cinza, prometia chuva e chegou a pingar um bocadinho enquanto seguíamos em direcção à Chueca. O bairro mais animado e com lojas sem fim para visitar. Fomos à COS, passamos na Primor, demos um saltinho ao Mercado de San Ildefonso e acabamos por jantar no The Good Burguer de volta à Gran Vía.

Caminhamos de volta à Porta do Sol, passamos na Maty onde dei de caras com uma montra maravilhosa dedicada ao universo de Harry Potter e lá acabamos a noite nos famosos churros da Chocolateria San Ginés. Acho que qualquer pessoa tem sempre espaço para churros e chocolate quente.


Voltamos ao hotel exaustas mas super contentes, o dia seguinte prometia ser ainda mais cheio e assim foi, mas falamos sobre isso na próxima publicação.

O primeiro dia foi realmente intenso e com imensos sítios visitados. Andamos qualquer coisa como 15km mas fez-se tudo super bem por não haver quase subidas em Madrid, isto para quem está habituado às subidas do Porto. Foi um óptimo primeiro dia e mais uma viagem que valeu a pena.

1 comment

  1. Que saudades que eu tenho de Madrid! Adoro ver partilhas sobre viagens e é tão engraçado ver como, em viagens, cada um tem as suas prioridades e opções. Eu estive três dias em Madrid e não visitei nenhuma das lojas que referiste XD Amei essa montra do Harry Potter, e essa Primark parece-me enorme!

    ReplyDelete

Cookies, Política de Privacidade e Segurança

© The Paper and Ink