SLIDER

Olá, eu sou a Joana - a cara por detrás do The Paper and Ink. Vinte e muitos anos, natural e residente da belíssima cidade do Porto, sou uma fotógrafa e blogger que em 2009 criou este espaço em busca de uma maneira de dar a conhecer ao mundo a minha voz, as minhas ideias e paixões. O TPI é um lifestyle blog, ou seja, é um pouco de tudo o que marca a minha vida, me apaixona e que acredito ser importante partilhar.


Acqua di Gioia



Agosto tem estado mais calmo por aqui, pelo menos no blog, porque de resto tem tudo andado numa correria enorme e só hoje vamos a dia 9. Pois bem, em dias de menos "vontade" acho que é boa ideia trazer assim conteúdo levezinho, rápido e que pode fazer algum sentido. Neste caso trago-vos a minha fragrância de Verão deste ano, depois de em 2017 ter usado o Air de Gioia da mesma colecção.

O Acqua di Gioia da Giorgio Armani já existe desde 2010, apesar de só o ano passado terem lançado o Sun e o Air. Este ano recebi este, pelas mãos daquela amiga especial, que por acaso se enganou e trocou o Air pelo Acqua mas que foi um erro certeiro porque rapidamente adotei este cheirinho para estes meses mais quentes - ou que assim se esperava que fossem.


Adoro perfumes mais frescos no Verão - ainda mais, por assim dizer - mas gosto de algo que marque e que honestamente tinha boa duração. O meu querido Air tornou-se parte de mim e tenho muita gente que passou a reconhecer esse aroma como o "meu aroma", algo que acho particularmente fofo apesar de para mim o meu aroma ser o Elie Saab. Este Acqua é mais adocicado - mas pouco ou eu não o ia suportar - e consequentemente mais intenso.

Ele abre com toques de limão e hortelã, assim uma mistura adorável e logo de seguida tem notas de pimenta rosa, jasmim e peônia. A pimenta rosa apesar de ser uma especiaria é a pimenta mais fresca e frutadas das que existem, já o jasmim e a peônia são dos meus aromas predilectos e dos que acabo por encontrar quase sempre em todos os perfumes que mais gosto. Para fechar as notas são ládano - uma flor - cedro e  açúcar mascavado. É esse mesmo açúcar que lhe confere o toque doce sem ser em demasia, juntamente com a intensidade do cedro, o que eu até acabei por gostar neste novo perfume.

Tem uma óptima durabilidade, sendo que aguenta bem umas 8 horas e muitas vezes as pessoas ainda o conseguem cheirar depois desse tempo, se bem que eu já não o noto tanto - factor de habituação, super normal - portanto é um eau de parfum, tal como deve de ser.



O preço ronda os 49€ por 30ml e encontram-nos na maioria dos locais, como por exemplo, na Sephora.

1 comment

Cookies, Política de Privacidade e Segurança

© The Paper and Ink