Streetstyle na PFW



Sejamos sinceros neste tema, este tipo de publicações é muito leve e pouco ou nada acrescenta à nossa cultura ou sabedoria, mesmo assim e apesar de não ser algo que faça recorrentemente, acabo por gostar de trazer alguns looks que vou vendo e que me inspiram a conjugar peças ou até mesmo a ser um bocadinho mais ousada.

É certo e sabido que as imagens de streetstyle desde há muito que são pouco fidedignas daquilo que se usa de facto no dia-a-dia, cada vez é tudo menos espontâneo mas quem vai a uma semana de moda costuma dar tudo, quer seja na elegância, na extravagância ou apenas no simples factor de chocar quem os vê. Mesmo assim, e tal como vos disse acima, apenas trago e guardo imagens de conjuntos que usaria na sua maioria, que guardo como fontes de inspiração para aqueles dias em que acordo e digo "hoje vou dar o tudo e quem sabe até fotografar um look ou dois". É para isto que o streetstyle me parece um tão tema tão bom, para inspirar, na medida certa. 

Todas as fotos presentes nesta publicação são do fotógrafo Jonathan Daniel Pryce para a Vogue.it .







01.

TONS NEUTROS




Juntamente com os neon e tons vivos, especialmente vermelhos e rosas, os neutros, terras e tons claro - que lembram o linho e os dias mais quentes - foram uma das grandes apostas no streetstyle que se viu por Paris.

Conjungados ou usados sozinhos na totalidade do conjunto, trazem-nos uma paleta super suave e elegante para quem gosta de apostar neste tipo de cores.





02.

MINI BAGS




Na cintura, ao ombro, de trespasse. As malas mais pequenas, roçando ali as clutches, foram dos acessórios que mais se viram  nesta semana da moda e pelas ruas de Paris.

Deixamos de lado qualquer tendência de malas grandes e com imenso espaço para passarmos às malas mais pequenas que fazem com que tenhamos de pensar melhor o espaço e como o usamos e também aquilo que transportamos.





03.

CHLOÉ C




Posso afirmar sem sombra de dúvidas, tal como pode afirmar qualquer pessoa que tenha visto fotos suficientes destas semanas de moda, que as carteiras da linha C da Chloé foram usadas por tanta mas tanta gente que pareceu que havia ali patrocínio de larga escala.

A verdade é uma, apesar de serem todas malas pequenas, que vai de encontro ao ponto anterior, a linha C tem uma variedade enorme no que toca a cores, texturas e tanto mais, o que faz com que haja uma para qualquer gosto.

Só eu sei o quanto gostava que alguém me patrocinasse uma...pode ter andado em toda a mão e ombro na PFW mas eu continuo a gostar dela. Ainda por cima podia fazer de conta que era um C de Cardoso. Riam-se comigo ou de mim, vá lá!






04.

OVERSIZED




Calças imensamente largas, casacos largueirões, peças oversized em camadas e conjugadas com outras peças igualmente grandes ou mais estruturadas.

Por Paris viu-se pouco de peças que se colam à pele, que moldam formas. Ao invés disso houve ali um uso enorme de peças grandes, que quase fazem lembrar a transição dos 90's para os 2000, mas talvez - em alguns casos - com um bocadinho mais de gosto na escolha das peças e conjugação dos outfits.



AD: este artigo contém um link pago.






Joana, 28 anos e natural da cidade do Porto. 
Sou uma fotógrafa de profissão, louca por viagens e sempre com demasiadas opiniões para dar. 
Este é o meu blog no qual escrevo desde 2009 e ele já mudou tanto quanto eu mudei ao longo destes últimos, quase, 10 anos.

INSTAGRAM